Fazer Curriculum VitaeModelos CV Download Grátis

Casal burlou 24 pessoas na zona de Coruche com promessas de trabalho no estrangeiro

Pediam dinheiro para vistos no estrangeiro num esquema usado durante dois anos em Coruche

Um casal que residia em Coruche montou um esquema para extorquir dinheiro a pessoas com falsas promessas de trabalho no estrangeiro. O casal, que está com paradeiro incerto e tem outros processos na justiça parados, por estarem desaparecidos, em que são acusados de praticaram o mesmo esquema.

O Ministério Público acusa o homem e a sua companheira da prática de crimes de burla relativa a trabalho e emprego, que prejudicaram pelo menos duas dezenas de vítimas.

Segundo informação disponibilizada na página da Comarca de Santarém na internet, o homem identificava-se como sendo um engenheiro de uma empresa de construção civil espanhola e oferecia às pessoas que contactava propostas de trabalho naquele ramo, para obras em Cabo Verde, com salários muito superiores a 2.000 euros.

Aos interessados exigia apenas o pagamento de uma quantia de 114,70 euros, alegadamente utilizada para obtenção dos vistos de entrada naquele país, ascendendo os prejuízos, no total, a 2.752,80 euros.

Os candidatos transferiram essa importância para uma conta que era titulada pela companheira do homem, também ela arguida. Os arguidos já foram declarados contumazes em vários processos (recusaram-se a comparecer perante a Justiça) por factos de idêntica natureza, afirma o Ministério Público, adiantando que não foram notificados da acusação por estarem em paradeiro incerto.

Por estarem desaparecidos os arguidos não foram notificados da acusação do Ministério Público mas o processo foi remetido para a Instância Central Criminal de Santarém, a quem cabe fazer o julgamento quando estes aparecerem.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pin It on Pinterest

Share This