Fazer Curriculum VitaeFaz o teu CV Download Grátis

Covid-19: OIT alerta para perdas “massivas” de emprego com a pandemia

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) alertou em comunicado de imprensa para perdas “massivas” de emprego devido ao impacto económico da pandemia de covid-19 em todo o mundo, numa série de análises.

A organização analisou as áreas de saúde, educação, retalho, automóvel, turismo, aviação, agricultura, navegação marítima e pescas, têxteis e calçado.

É vital uma ação global no combate à crise provocada pela COVID-19 para evitar um desastre no emprego, afirmou o DG da OIT na reunião de ministros do G20.

É preciso fazer mais para proteger os/as trabalhadores/as e apoiar as empresas, principalmente nos países de rendimentos baixo e médio, afirmou o diretor-geral da OIT aos ministros do Trabalho do G20.

O diretor-geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Guy Ryder, congratulou-se com o compromisso dos Ministros do Trabalho e Emprego do G20 para uma “ total cooperação global” para proteger os empregos e o rendimento das pessoas, mas alertou que as atuais medidas de apoio não são suficientes.

“À medida que a crise se espalha para países de rendimento baixo e médio, precisaremos de fazer muito mais para proteger trabalhadores e trabalhadoras e apoiar as empresas, porque esses países estão menos preparados para uma crise prolongada. Caso contrário, a combinação de grandes economias informais e baixa cobertura de proteção social será um desastre para as pessoas e para as economias ”, afirmou Guy Ryder.

“ O nosso objetivo deve ser ajudar esses países a apoiar as suas populações, superar a crise e reconstruir melhor. Precisamos da solidariedade global para apoiar o investimento nessas economias, na sua renovação social e ambiental, no seu povo e nas instituições do trabalho que protegerão efetivamente os/as trabalhadores/as e as suas famílias. Caso contrário, as já consideráveis desigualdades aumentarão, a pobreza agravar-se-á, o progresso social estará perdido e o caminho para a recuperação será muito problemático ”, acrescentou.

Num comunicado divulgado após a Reunião Extraordinária de 23 de abril, virtual, os Ministros do G20 comprometeram -se a adotar “em total cooperação global (…) uma abordagem centrada nas pessoas para promover o emprego, reforçar a proteção social, estabilizar as relações de trabalho e promover os Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho.”

“Respeitar os direitos fundamentais dos/as trabalhadores/as e o diálogo efetivo com as organizações de trabalhadores e empregadores é a única maneira de alcançar uma recuperação global sólida, equitativa e garantir o apoio público necessário para levar adiante as medidas”, afirmou Guy Ryder, tendo os Ministros apoiado a importância do diálogo social para encontrar soluções apropriadas, adequadas e duradouras para responder à pandemia.

​A OIT propôs uma resposta política integrada baseada em quatro pilares para responder à pandemia da COVID-19. Essa resposta prevê o apoio à economia e ao emprego; apoio às empresas, aos empregos e aos rendimentos; proteção para aqueles e aquelas que trabalham durante o isolamento e ao relançamento das economias, sustentada no diálogo social.

Mais informação através deste link

 

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Pin It on Pinterest

Share This