A crise pandémica levou à perda de 110 mil empregos na área do trabalho temporário, segundo a associação setorial, que, temendo um agravamento da situação, apresentou ao Governo