Governo estendeu por um mês o prazo previsto na lei para a marcação de férias. Trabalhadores do sector privado e da Administração Pública têm até 15 de maio