A entidade europeia publicou os dados do emprego na Europa e Portugal saiu-se razoavelmente com 22,4% no segundo trimestre este ano, mesmo assim pior do que os 25%